Publicado por: fgalvao | Junho 17, 2007

Maldade humana: Intrínseca ou adquirida? (Assunto em discussão)

Visite o nosso novo site – http://www.forumfilosofia.pt.vu

Mencio Mong Tsé (371 A. C.- 289 A.C.) sustentava que os seres humanos são naturalmente bons e agem naturalmente de maneira moral. São dotados de compaixão e da capacidade de distinguir o bem do mal e, por isso o mal é resultado de influencias externas.

Han Fei Tsé (280 A.C. – 233 A.C.) defendia que os seres humanos são naturalmente maus e precisam da educação e da pressão politica para se tornarem bons.

A maldade humana é afinal Intrínseca ou adquirida?

Participe no debate em Forum Filosofia

Anúncios

Responses

  1. no cotexto geral .minha opnião de leigo….o ser humano nasce puro de sem maldade …..as necessidades fazem a hora ….local …possibilidades… e dasafios …que porão a prova sua complexidade em avaliar o certo do errado …muitas vezes o errado éo certo e vise versa

  2. Acredito que se um homem nasce é porque Deus assim o quis. E que o mesmo nasce para aperfeiçoar moralmente o seu espírito. Nascemos com a capacidade de nos inclinarmos para a bondade ou para a maldade, mas não nascemos bons ou maus, pois só quando o homem vive a experiência da bondade ou da maldade é que se poderá tornar num homem bom ou mau. Assim, o homem nasce neutro, mas com a condição a priori de não ter sido bom o suficiente noutras vidas que lhe permitissem não ter de nascer nesta. Porquanto o único homem santo nascido entre os homens foi Jesus, e só Deus é bom.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: